fbpx

Tudo sobre Duque de Caxias no Rio de Janeiro

Tudo sobre Duque de Caxias no Rio de Janeiro

Situado na Baixada Fluminense, Duque de Caxias abriga atualmente uma população estimada em 929.449 habitantes em seus 465 km2. Atualmente, seus limites estendem-se aos municípios de Miguel Pereira, Petrópolis, Magé, Rio de Janeiro, São João de Meriti e Nova Iguaçu. Sua hidrografia é composta de quatro bacias principais: Iguaçu, Meriti, Sarapuí e Estrela.

Localizado junto às principais rodovias do país, Presidente Dutra, Washington Luís, Avenida Brasil, Linhas Vermelha e Amarela, o município de Duque de Caxias, segundo pesquisas da Fundação CIDE, ocupa o segundo lugar no ranking de arrecadação de ICMS do estado do Rio de Janeiro, perdendo somente para a capital.

População

A população caxiense encontra-se dividida em 41 bairros e quatro distritos: 1º- Duque de Caxias, 2º- Campos Elíseos, 3º- Imbariê, 4º- Xerém.

Financeiro

A saúde financeira de Duque de Caxias é alimentada principalmente pelas altas receitas do ICMS das empresas que vêm crescendo anualmente. No entanto, as pesquisas que medem o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), índices direcionados às análises educacionais, de renda e de longevidade de uma população que variam entre 0 (pior) e 1 (melhor), e a combinação destes índices em um indicador síntese, indicam que o município é o 52º do estado.

Quanto mais próximo de 1(melhor) o valor deste indicador, maior será o nível de desenvolvimento humano do país ou região. O valor síntese do município de Duque de Caxias é 0,753, considerado médio, ficando atrás de municípios como Niterói, Volta Redonda, Iguaba Grande, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Mangaratiba, Cordeiro e Itaperuna.

Desenvolvimento econômico

O desenvolvimento econômico do município se deu com a implantação da Refinaria de Duque de Caxias na década de 60. Outros gigantes do setor de petróleo estiveram presentes: Shell, Texaco, Mobil, Petroflex. Os principais segmentos industriais no município são químico/petroquímico, metalúrgico/gás, plástico, mobiliário, têxtil/vestuário.

Atualmente, diversas empresas têm se instalado em Duque de Caxias, tais como Jornal O Globo, Carrefour, Casas Bahia, aproveitando a privilegiada posição do município.

 

Refinaria de Duque de Caxias (REDUC)

 

A Reduc é a maior refinaria em complexidade do Brasil que opera em Duque de Caxias. Instalada, em Campos Elíseos, 2º distrito, no dia 20 de janeiro de 1961, ela foi o terceiro investimento feito pela Petrobras no país.

Com uma logística privilegiada, responsável por 80% da produção de lubrificantes e pelo maior processamento de gás natural do Brasil, ela possui também o maior portfólio de nossos produtos.

 

Terminais aos quais se liga

A Refinaria Duque de Caxias se liga aos Terminais de ilha d’água, Ilha Redonda, Angra dos Reis, Cabiúnas, Campos Elíseos, Volta Redonda.  Também está interligada à Refinaria Gabriel Passos, em Betim (MG) e à Refinaria Henrique Lage, em São José dos Campos (SP).

A Reduc ocupa uma área de 13 milhões de metros quadrados e possui um faturamento anual bilionário, sendo responsável pelo recolhimento anual de impostos milionário para o Estado do Rio de Janeiro.

A Reduc produz 55 produtos diferentes classificados como lubrificantes, parafinas, óleo diesel, gasolina, querosene de aviação, asfalto, nafta petroquímica, gases petroquímicos (etano, propano e propeno), GLP, coque, enxofre.

A refinaria abastece todo o Estado do Rio de Janeiro, parte de Minas Gerais e, por cabotagem (navios), Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Ceará, Paraná e o Rio Grande do Sul.

O produto brasileiro também atravessa fronteiras, chegando aos seguintes países: Estados Unidos, Peru, Uruguai, Argentina, Chile e Colômbia.

Também são abastecidas pela Reduc as empresas que se instalaram a sua volta, como a Petroflex e a Polibrasil. Outro que receberá matéria prima da refinaria será o Polo Gás Químico, ainda em fase de construção.

 

Reduc completa 60 anos de operação

A Refinaria Duque de Caxias – Reduc completa hoje 60 anos de operação. Terceira maior refinaria do país, com capacidade para processar 252 mil barris de petróleo por dia, e a mais complexa da Petrobras. Por sua localização privilegiada, interligada às rotas de escoamento do pré-sal e a diversos terminais, e localização próxima a importantes mercados consumidores, é responsável por cerca de 80% da produção nacional de lubrificantes, além de ser um dos principais polos de produção e distribuição de GLP do Brasil.

A Reduc é uma das cinco refinarias que continuarão no portfólio da Petrobras após os desinvestimentos previstos no parque de refino. Atualmente, a companhia investe fortemente na unidade com o propósito de prepará-la para atuar em um mercado de refino aberto, mais competitivo e em transição para uma economia de baixo carbono.

No Programa RefTOP – Refino de Classe Mundial, a Petrobras está tomando medidas para aumentar a eficiência energética e o desempenho operacional de suas refinarias.

Na Reduc, a implementação de diversas iniciativas de melhoria de desempenho energético até 2025 permitirá a redução do consumo total de energia em aproximadamente 28%. Isso equivale a uma redução de cerca de 238 milhões de m3 de gás natural ao ano.

 

Produção de derivados mais rentáveis

Outro importante direcionador do RefTOP é o aumento na produção de derivados mais rentáveis, como o Propeno (produtos de petróleo de maior valor agregado) usado como matéria-prima na indústria petroquímica para a produção de embalagens, peças para automóveis, tapetes, tecidos e móveis. O Programa prevê um aumento anual de 7 mil toneladas na produção de Propeno da Reduc.

Obras para a adequação da unidade de hidrotratamento (HDT), que ampliarão a capacidade de produção de diesel S-10 da Reduc dos atuais 5.000 m³/dia para 9.500 m³/dia, estão em curso, com previsão de entrada em operação até o segundo semestre de 2023.

 

Integração

Além disso, vale destacar o projeto de integração com o Polo GasLub Itaboraí, que permitirá a produção de lubrificantes mais avançados e derivados com menor teor de enxofre, e potencial para tornar a Reduc a refinaria com a maior capacidade de transformar as partes mais pesadas e de menor valor do petróleo, oriundas do processo de destilação, em moléculas menores, aumentando o aproveitamento econômico do petróleo.

Investimentos em Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS) permitem que todas essas engrenagens funcionem de forma segura para as pessoas e para o meio ambiente. A Reduc é atualmente uma referência em segurança, com desempenho em indicadores que são benchmarking na indústria.

Aos 60 anos de idade, a Reduc está no seu melhor momento, buscando a máxima eficiência nos processos, com preservação do meio ambiente para ajudar a Petrobras a alcançar seus objetivos estratégicos.

 

Experimente um inesquecível passeio de helicóptero no Rio de Janeiro

 

Que tal uma experiência única e poder ver o Rio de Janeiro sob olhos de águia? Em um passeio único de Helicóptero que fará, você vai ter vistas únicas da região, com conforto e segurança. As vistas são fantásticas e você terá as melhores fotos e memórias para compartilhar com os amigos e familiares nas redes sociais.

Vale salientar que você faz o passeio no tempo suficiente para aproveitar todos os pontos turísticos do alto.

Se você busca uma empresa competente e que oferece o serviço de passeio de helicóptero, conheça a 4Fly RJ. Pelo site, você conseguirá todos os contatos necessários para curtir sua estada na Cidade Maravilhosa.

Você tem noção do que quer visitar em seu passeio de Helicóptero? Dependendo do tempo de passeio e do roteiro, você pode passar pelas principais praias ou ter uma visão mais cultural, digamos, voando sobre os pontos históricos do Rio de Janeiro. Consulte a disponibilidade de roteiro com a empresa que você está contratando os passeios. E divirta-se!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.