As 14 imperdíveis cachoeiras no Rio de Janeiro

A praia não é a única opção do carioca para se refrescar durante o verão. Há dezenas de opções de cachoeiras no Rio de Janeiro. São tantas e cada uma mais bela que a outra. Saiba um pouco sobre as cachoeiras imperdíveis na mata atlântica que cobre boa parte da Cidade Maravilhosa!

As 14 imperdíveis cachoeiras no Rio de Janeiro

As 14 imperdíveis cachoeiras no Rio de Janeiro

A praia não é a única opção do carioca para se refrescar durante o verão. Há dezenas de opções de cachoeiras no Rio de Janeiro. São tantas e cada uma mais bela que a outra.

Saiba um pouco sobre as cachoeiras imperdíveis na mata atlântica que cobre boa parte da Cidade Maravilhosa!

 

Conheça as cachoeiras no Rio de Janeiro

 

1. Cachoeira do Sorimã – Pedra da Gávea

A Cachoeira do Sorimã ou Cachoeira da Pedra da Gávea é pouco falada aqui na cidade do Rio. Ela fica bem no início da trilha para a Pedra da Gávea, na Barra da Tijuca. O acesso é gratuito e a trilha bem fácil, aproximadamente 10 minutos de caminhada, não sendo necessário contratar um guia. A melhor época para visitá-la é em época de chuvas na cidade, pois o volume de água aumenta bastante se tornando um ótimo atrativo, principalmente depois de fazer a trilha da Pedra da Gávea.

 

2. Cachoeira dos Primatas – Horto

É uma queda d’água que se forma com águas do Rio do Algodão, um dos responsáveis pela formação da Lagoa Rodrigo de Freitas. A cachoeira tem uma ducha generosa que brota entre duas pedras. O poço que se forma aos seus pés é transparente e raso, com água até os joelhos no máximo.

A Gruta dos Primatas, que é uma espécie de salão de pedras, recebeu este nome devido à quantidade de micos que habitam o local.

 

3. Cachoeira da Imperatriz – Horto

Localizada na região do Horto do Rio de Janeiro, próximo ao Solar da Imperatriz e perto da Cachoeira do Jequitibá. É bem reservada, a queda d’água é muito boa e possui 3 pontos para banho. A trilha de acesso a ela é bem sinalizada!

 

4. Cachoeira da Represa – Horto

A Cachoeira da Represa fica perto do Solar da Imperatriz, no Horto. O lugar é bem reservado, a queda d’água abundante deve ter cerca de 5 metros de altura.

 

5. Cachoeira do Chuveiro – Horto

Uma ótima pedida para se curtir o calor infernal do Rio de Janeiro é ir para as Cachoeiras do Horto. Lá no Horto tem diversas cachoeiras para você se banhar e a mais famosa é a Cachoeira do Chuveiro.

Ela tem este nome, pois lembra mesmo um grande chuveiro: a queda d’água está dentro da fenda de uma rocha.

 

6. Cachoeira do Jequitibá – Horto

Quem gosta de nadar em poço fundo aos pés de uma cachoeira, precisa conhecer a Cachoeira do Jequitibá. Ela está situada dentro da área mais preservada do Parque Nacional da Tijuca e tem um grande atrativo que é um Jequitibá centenário.

 

7. Cachoeira da Gruta – Horto

A Cachoeira da Gruta fica fora do Parque Nacional da Tijuca, mas está bem pertinho da entrada dele. Literalmente, a queda d’água fica dentro de uma gruta. Ela forma uma piscina rasa onde é possível sentar e se refrescar.

 

8. Cachoeira das Almas – Floresta da Tijuca

Esta queda d’água é uma das poucas do Parque Nacional da Tijuca em que é permitido tomar banho. A Cachoeira das Almas é assim chamada, pois, de acordo com relatos históricos, ali os escravos faziam seus rituais de religiões de matriz africana.

Suas águas são bem geladas e o fluxo depende do volume de chuvas da época em que for visitada.

 

9. Cachoeira da Violeta – Floresta da Tijuca

A Cachoeira da Violeta fica na Floresta da Tijuca no meio da trilha adaptada Caminho Dom Pedro Augusto. Ela está seca na maior parte do ano e só aparece de verdade em época de bastante chuva na cidade.

 

10. Cachoeira do Camorim – Pedra Branca

A famosa Cachoeira do Camorim é simplesmente fantástica. Da queda das águas do rio Camorim, que desce pela Serra do Nogueira, resulta a cachoeira e, aos seus pés, formam-se pequenas piscinas naturais.

Muitas pessoas fazem a trilha até o Açude do Camorim, mas lá não é permitido o banho. Assim, a cachoeira é uma ótima alternativa para quem quer estar em meio à natureza e também quer um banho de água bem gelada.

 

11. Cachoeira do quebra horto – vamos trilhar

A Cachoeira do Quebra é a queda d’água que fica na beira da Estrada Dona Castorina, no mesmo caminho para a Cachoeira do Chuveiro, no Horto. O lugar é ideal para levar crianças, pois não tem nenhuma dificuldade e ainda tem um parquinho ao seu lado.

 

12. Cachoeira do Amor – Alto da Boa Vista

Belíssima e praticamente secreta, a Cachoeira do Amor fica no Alto da Boa Vista.

Pouquíssimas pessoas conhecem essa cachoeira e não é por menos, é difícil encontrar onde começa sua trilha. Porém, uma vez que acha, fica muito fácil.

Sua queda d’água é muito boa com 6 metros de altura. O volume de água é ótimo, mesmo no verão intenso do Rio de Janeiro e sem chover.

Subindo a cachoeira você ainda vai encontra mais duas quedas boas que você também pode aproveitar.

 

13. Cachoeira da Serra do Mendanha – Campo Grande

Ela é resultado do Rio Guandu do Sapê, que passa pela Serra do Mendanha, no bairro de Campo Grande, Zona Oeste da cidade. São três quedas d’água que formam piscinas naturais onde é possível nadar e se refrescar.

Para chegar até lá é preciso pegar uma trilha dentro de uma área de mata fechada.

 

14. Cachoeira da Mãe d’Água – Grajaú

Recentemente, a Cachoeira da Mãe d’Água, situada no Parque Nacional da Floresta da Tijuca, voltou a receber visitação. Ela estava interditada desde meados de 2010, pois as autoridades encontraram um desvio clandestino de água para a comunidade da Borda do Mato (captação criminosa na nascente).

Sabe-se que na cidade do Rio de Janeiro ainda pode se encontrar várias cachoeiras além destas.

 

Voo de helicóptero no Rio de Janeiro: veja a cidade do alto!

O Rio é uma das melhores cidades do Brasil para se viver além de ser maravilhosa!

A cidade tem atrações para toda a família, oferecendo uma agitada noite e uma intensa vida cultural.

Quem gosta de curtir praias, ir a um bom restaurante, curtir um teatro, um parque arborizado e locais cinematográficos, a cidade é uma boa pedida.

Mas, se já é uma beleza de passeio andar por suas ruas e visitar os seus pontos turísticos – que são vários – imagine, então, fazer um voo de helicóptero!

A cidade possui pontos turísticos interessantes e famosos, o que faz com que o voo seja um passeio só por partes, pontos turísticos e recantos bonitos. É até difícil saber para onde olhar, para não perder nada!

Se já são bonitos vistos do chão, imagine vendo-os do alto, em toda sua plenitude, com uma visão privilegiada de todo o entorno.

Faça um voo panorâmico e veja praias da Barra da Tijuca, Pedra da Gávea, São Conrado, Leblon, Ipanema, Arpoador, Forte de Copacabana, Copacabana, Urca e Pão de Açúcar, Lagoa Rodrigo de Freitas, Jockey Club, Jardim Botânico, Cristo Redentor, Maracanã e outros.

A 4 Fly RJ é autoridade em passeios de helicóptero na cidade do Rio de Janeiro com atendimento personalizado visando a sua comodidade e total satisfação. Escolha o roteiro e aproveite!

Deixe um comentário