Esportes radicais e de aventuras no Rio de Janeiro

Geralmente, as atividades apresentadas a seguir podem ser feitas por pessoas saudáveis mesmo que não sejam praticantes regulares, pois não estão entre as atividades ou locais que exigem extremo esforço físico, sendo assim muitas delas acessíveis aos iniciantes, desde que orientadas por um instrutor experiente.

esportes radicais e de aventuras no rio de janeiro

Esportes radicais e de aventuras no Rio de Janeiro

O desenho geográfico do Rio de Janeiro é muito propício à prática de esportes radicais. Há muitas opções na capital e na região serrana.

Geralmente, as atividades apresentadas a seguir podem ser feitas por pessoas saudáveis mesmo que não sejam praticantes regulares, pois não estão entre as atividades ou locais que exigem extremo esforço físico, sendo assim muitas delas acessíveis aos iniciantes, desde que orientadas por um instrutor experiente.

 

11 esportes radicais e de aventuras no RJ

 

1. Parapente e Asa Delta

O Rio de Janeiro é considerado um dos melhores lugares do mundo para a prática desses esportes. A decolagem acontece na rampa da Pedra Bonita, localizada no Parque Nacional da Floresta da Tijuca, a uma altura de 510 m. Você sobrevoa a Floresta da Tijuca e o mar, pousando nas areias da Praia do Pepino, em São Conrado.

Com duração de 5 a 20 minutos, não é preciso ter experiência para fazer o voo, mas a única exigência da Associação Brasileira de Voo Livre é que o peso do passageiro não ultrapasse os 140kg para o parapente e os 100kg para asa delta.

 

2. Rafting

É possível fazer rafting em uma cidade localizada a apenas 120 km do Rio de Janeiro. O rafting proporciona a experiência de descer um rio para pessoas de qualquer idade e inexperientes, tornando o esporte acessível a todos.

O percurso em média é de 7 km, com corredeiras que variam do nível 2 ao 4. Além disso, a vegetação ao redor do rio é um típico exemplo de Mata Atlântica onde muitos pássaros podem ser observados.

 

3. Caiaque Oceânico

O passeio de caiaque começa na Praia Vermelha com destino a Ilha da Cotunduba, localizada entre a Praia Vermelha e a praia do Leme, próxima à entrada da Baía de Guanabara, entre o Rio de Janeiro e Niterói.

O percurso tem em média o total de 4 km, com vistas panorâmicas para Copacabana, Ipanema, Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Morro Dois Irmãos, Floresta da Tijuca e Niterói.

Atualmente, o caiaque é uma embarcação desportiva, utilizada para pesca, lazer, e competições, apresentando várias modalidades como slalom, velocidade, descida, maratona, oceânica, onda, rafting, adaptada, dentre outras.

O esporte vem ganhando um número cada vez maior de praticantes. Sendo jovem, idoso ou com necessidades especiais, o caiaque vem se tornando uma atividade bastante democrática.

 

4. Passeio de Veleiro

Para quem curte sol, água salgada, diversão, liberdade e aventura, velejar é a pura liberdade!

O passeio de veleiro começa na Marina da Glória passando pelos seguintes pontos: Praia do Flamengo, Praia da Urca, Forte São João, Forte da Lage, Forte Santa Cruz, Praia Vermelha, Praia do Leme até chegar em Copacabana, onde acontece um refrescante mergulho.

No caminho de volta, pode-se avistar a Ilha da Cotunduba. E dentro da Baía de Guanabara, na cidade de Niterói, pode-se avistar o Museu de Arte Contemporânea, obra do arquiteto Oscar Niemeyer, no formato peculiar de um disco voador.

Quando o mar está grande, o roteiro muda por medidas de segurança.

 

5. Tirolesa e Arvorismo

A Tirolesa é uma travessia entre dois pontos distantes, através de um cabo de aço, no qual o praticante é preso ao cabo pela cadeirinha de escalada.

O Arvorismo é uma recente prática esportiva de aventura que consiste na travessia de um percurso suspenso entre plataformas montadas nas copas das árvores.

 

6. Mergulho

Mergulho autônomo é a modalidade que permite que o mergulhador fique mais tempo embaixo d’água com auxílio do equipamento de respiração.

Se você já é mergulhador certificado, poderá realizar mergulhos, acompanhado por outro mergulhador também certificado. Caso seja iniciante, você será acompanhado por um instrutor durante todo o tempo de mergulho, que irá mostrar as melhores cavernas, diferentes espécies de peixes existentes e os cuidados necessários com seu equipamento.

 

7. Rapel

O Rapel do Morro da Urca tem aproximadamente 20 metros e exige esforço físico leve. A trilha percorrida até o local dura em média 35 minutos. É também um excelente local para aprender técnicas verticais.

Trata-se de uma atividade criada a partir das técnicas do alpinismo. É praticada com uso de cordas e equipamentos adequados para a descida de paredões, montanhas, edificações e vãos livres. Rapel é uma palavra que em francês quer dizer: recuperar. A palavra foi usada para batizar a técnica de descida por cordas.

O Rapel também é usado nas forças armadas para resgates, ações táticas e explorações, por ser a forma mais rápida de descer algum obstáculo.

 

8. Stand Up Paddle

O passeio de SUP (Stand up Paddle) começa na Praia Vermelha com destino a Pedra do Anel, localizado entre a Praia Vermelha e a encosta do morro do Leme, próxima à entrada da Baía de Guanabara.

O percurso tem em média 3 km, ida e volta, com vistas panorâmicas para o Pão de Açúcar, Cristo Redentor, Floresta da Tijuca e Niterói.

O interessante do SUP é que ele dá uma chance também aos não surfistas, que são apaixonados por esportes aquáticos, de se aventurarem em cima de uma prancha, porém sem toda a dificuldade que envolve o surf tradicional.

O exercício fortalece pernas, costas, braços e abdômen e proporciona relaxamento com vistas maravilhosas. Geralmente, o SUP é praticado em águas tranquilas, seja no mar calmo, em lagoas ou rios. Entretanto, há quem ame surfar as ondas com o equipamento!

 

9. Escalada em Rocha

O Rio de Janeiro é considerado um dos melhores lugares do mundo para a prática da escalada em rocha, com uma diversidade enorme de vias de escalada, nos parques da Urca, Floresta da Tijuca e Serra dos Órgãos.

Considerada bastante segura, a via Coringa possui grampos bem próximos e as paradas são duplas. Sua extensão é de 100 metros. No fim da via Coringa, está a conhecida via do Costão do Pão de Açúcar, localizada na face leste da montanha. Através dela, pode-se ir até o cume do Pão de Açúcar, a 396 metros de altura.

Há várias maneiras de se chegar ao Pão de Açúcar. Uma delas é escalando a via dos Italianos, localizada na face oeste da montanha. A via fica abaixo do teleférico e proporciona uma vista privilegiada da cidade maravilhosa. Esta é uma das escaladas mais clássicas do Rio de Janeiro.

A trilha que leva até a base da escalada dura em média 40 minutos e a escalada, 3 horas. Ao retornar, o ideal é descer de bondinho do Pão de Açúcar até o Morro da Urca e de lá descer por uma trilha fácil, que dura aproximadamente 30 minutos.

Para fazer a escalada é preciso ter experiência no esporte.

 

10. Canoa Havaiana

No Brasil, as canoas havaianas vêm sendo utilizadas para a prática de esportes e ecoturismo. Na canoagem havaiana, o trabalho em equipe, espírito de grupo e o pertencimento são marcantes.

Tudo começa na praia da Urca, tendo como destino o Forte da Laje, fortaleza localizada na entrada da Baía de Guanabara, entre o Rio de Janeiro e Niterói. O percurso tem 5 km com vistas panorâmica para o Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Floresta da Tijuca, Aterro do Flamengo, Centro e Niterói.

 

Bônus (11): Tour de Helicóptero no Rio de Janeiro

Que tal uma experiência única? Ver a Cidade Maravilhosa sob olhos de águia? A 4 Fly RJ tem vários passeios de helicóptero que fará você ter vistas únicas da cidade, com conforto e segurança.

As vistas são fantásticas e você terá as melhores fotos e memórias para compartilhar com os amigos nas redes sociais.

Sempre será observado condições climáticas e técnicas para avaliar as condições ideais de voo.

 

Agende seu voo com a 4 Fly Rj

Deixe um comentário

Conheça o bairro São Conrado - Rio de Janeiro

Conheça o bairro São Conrado – RJ

São Conrado, bairro carioca, predominantemente ocupado por edifícios residenciais de classe alta e condomínios de mansões, é uma região nobre da cidade e faz limite com os seguintes bairros: Alto da Boa Vista, Barra da Tijuca, Gávea, Itanhangá, Joá e Rocinha.

Leia mais »