Como se tornar piloto de helicóptero

Concluir a formação de piloto de helicóptero é muito simples. Assim como o piloto de avião comercial, o candidato que desejar tirar a habilitação precisa fazer cursos teóricos e horas de voo na aeronave para a etapa prática.

Como se tornar piloto de helicóptero

Como se tornar piloto de helicóptero

Concluir a formação de piloto de helicóptero é muito simples. Assim como o piloto de avião comercial, o candidato que desejar tirar a habilitação precisa fazer cursos teóricos e horas de voo na aeronave para a etapa prática.

A formação é composta por dois cursos: o primeiro é para Piloto Privado de Helicóptero (PPH) cuja formação concede uma licença para que o piloto realize voos apenas em helicóptero particular não podendo exercer atividade remunerada. Entretanto, o PPH é requisito básico para o curso de Piloto Comercial de Helicóptero (PCH). Este sim dá direito à licença para piloto de helicóptero que permite fazer desta atividade sua profissão. Por lei, para trabalhar como piloto de helicóptero, é obrigatório ser portador de uma licença de PCH.

Para saber mais sobre como se tornar piloto de helicóptero, veja o passo a passo que preparamos para você.

 

Como se tornar piloto de Helicóptero – por onde começar?

Se o seu desejo é pilotar um helicóptero, você deve começar fazendo o curso de Piloto Privado para se tornar um profissional da área.

Primeiramente, a idade mínima é de 18 anos completos além de ter concluído o ensino médio.

 

1º passo – Código Anac (Canac)

Esse número composto de seis algarismos será o código que o piloto usará ao longo de sua carreira, e é imprescindível para realizar os passos seguintes da formação.

O procedimento de cadastro pode ser feito diretamente no site da Anac. A própria agência disponibiliza um tutorial de como criar o código.

 

2º passo – Certificado Médico Aeronáutico (CMA)

De posse do Canac, o candidato pode agendar a realização do Certificado Médico Aeronáutico (CMA) que determina que o piloto tem condições físicas e psicológicas para exercer a pilotagem. O CMA é obrigatório para iniciar a etapa prática da formação.

O exame é realizado por médicos ou clínicas credenciadas pela Anac. O piloto pode ter dois tipos de CMA: o de 2ª classe, com validade de cinco anos, exigido para a licença de Piloto Privado; e o de 1ª classe, com validade de um ano, obrigatório para iniciar as horas de voo do curso de PCH.

 

3º passo – Curso teórico de PPH

O ideal é que o aluno se inscreva em um curso teórico após realizar o CMA para ter certeza de que não haverá nenhuma restrição à atividade.

Para ser um Piloto Privado, o aluno pode estudar por conta própria e realizar a prova na Anac.

No entanto, o recomendado é estudar em uma escola, pois o aprendizado é acompanhado por professores capacitados.

O curso teórico de Piloto Privado tem duração de aproximadamente quatro meses, dependendo do calendário de aulas da escola.

As matérias ministradas ao longo das aulas são: regulamentos de tráfego aéreo, navegação, meteorologia, conhecimentos técnicos e teoria de voo.

 

4º passo – Prova teórica da Anac

O aluno faz a prova teórica da Anac, logo após terminar o curso de PPH, que é composta por 20 questões de cada tema estudado.

A prova é feita em um computador que gera as questões de forma aleatória, em uma sede da Anac. O resultado é divulgado logo após o término da prova. Para ser aprovado, é preciso acertar 70% das questões de cada prova. Se reprovar em até duas matérias, o candidato poderá realizar exames de segunda época. Caso reprove em mais de duas matérias, terá de realizar a prova completa novamente.

 

5º passo – Início do curso prático de PPH (horas de voo)

O curso prático no helicóptero pode começar a qualquer momento depois que o candidato já tiver o CMA. Isso mostra que o aluno não precisa iniciar ou realizar o curso teórico ou a prova da Anac para começar a voar.

No entanto, se iniciar o treinamento sem ter feito a prova teórica de PPH da Anac, poderá voar apenas 20h. A continuidade dependerá da aprovação no teste.

O primeiro período da fase prática é composto por um curso teórico sobre a aeronave usada no treinamento. Este curso, chamado de treinamento de solo tem duração de 13 horas. Nele, os conhecimentos gerais aprendidos durante o ensino teórico são aplicados às especificidades da aeronave. Seu conteúdo se baseia no manual do piloto publicado pela fabricante do helicóptero.

Para o treinamento prático de PPH, o aluno fará 35h de voo. Se fizer um bom curso, será liberado para o exame de proficiência, o voo de check.

Durante o treinamento, serão requisitos de voos voar de um ponto A para um ponto B e voos no período noturno. O voo de check é realizado por um examinador da própria escola credenciado pela Anac, que avaliará o desempenho do aluno em conhecimentos teóricos, navegação e nas manobras aprendidas ao longo do curso.

 

6º passo – Curso teórico e prova da Anac de PCH

Os alunos que querem exercer carreira profissional terão que fazer o curso teórico de Piloto Comercial de Helicóptero e a prova da Anac. Diferentemente do curso teórico de PPH, o de PCH é obrigatório em escola homologada.

As matérias estudadas são praticamente as mesmas do Piloto Privado. A diferença fica por conta da navegação, que terá uma abordagem mais prática, necessitando de alguns cálculos e plotagem de trajetórias em cartas aeronáuticas.

 

7º passo – Curso prático de PCH

Para esse treinamento, é cobrado um total mínimo de 100h de voo, já contabilizando as horas do curso de Piloto Privado. Não há limite de horas voadas sem a prova teórica da Anac. A aprovação no teste, contudo, é necessária para o término da etapa prática.

Durante o PCH também serão realizados voos noturnos e voos de navegação. A novidade é a adaptação ao voo por instrumento, num total aproximado de 10h, sendo que 5h podem ser feitas em simulador de voo homologado. Com isso, o aluno aprende noções básicas desse tipo de voo para evitar entrar em condições meteorológicas por instrumentos quando não estiver habilitado para isso nem a aeronave for homologada.

Embora o mínimo de treinamento exigido no PCH seja de 100h, o regulamento da Anac prevê que, se o curso for interrompido, esse mínimo aumente para 150h. O mesmo acontece quando as horas de voo não são feitas em escola homologada, ou seja, o caso de voar o PCH em helicópteros privados.

 

Principais dúvidas sobre piloto de helicóptero

 

Qual a idade máxima para ser piloto de helicóptero?

Não há limite de idade para trabalhar na aviação profissionalmente, porém, terá melhores chances na aviação geral e táxi aéreo. A formação de um piloto comercial, leva em média dois anos com 150 horas de voos.

 

É preciso realizar cursos para se tornar piloto?

Há uma série de treinamentos teóricos e práticos exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para obtenção da licença para exercer a atividade. Para se tornar um piloto de helicóptero é necessário fazer o curso prático de PPH e o curso teórico e prático de PCH, conforme já explicado.

 

Quais os certificados necessários para se tornar piloto de helicóptero?

Após ter o seu código Anac em mãos, obtenha o Certificado Médico Aeronáutico (CMA). Este atestado é muito importante, pois atesta se você possui condições físicas e psicológicas para ser um piloto de helicóptero.

 

Quantas horas de voo são necessárias para se tornar piloto privado de helicóptero?

O mínimo de horas para o curso prático de Piloto Privado de Helicóptero é de 35 horas mais o voo de verificação de perícia (voo de check).

 

É difícil pilotar um helicóptero?

O Helicóptero não é uma aeronave fácil de pilotar, pois qualquer comando aplicado pode acabar interferindo em sua estabilidade e aerodinâmica. Visto que o Helicóptero voa quase sempre a baixa altura e em lugares com obstáculos, o piloto deve se preocupar com o caminho que irá seguir.

 

 

Viagem com segurança com a 4 Fly RJ

 

Com pilotos experientes e certificados, e aeronaves que seguem os padrões exigidos pela ANAC, a 4 Fly RJ  proporcionará ao cliente um passeio inesquecível de helicóptero pelos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Caso o cliente ache necessário, poderá pedir antes do voo para ver a documentação do piloto e da aeronave.

Lembramos que a 4 Fly RJ  é uma empresa que prima pela segurança de seus clientes durante um passeio nas alturas! Confira e agende seu Passeio de Helicóptero RJ com a gente.

 

Deixe um comentário

Tudo sobre o Sambódromo RJ

Tudo sobre o Sambódromo RJ

O Sambódromo da Marquês de Sapucaí, intitulado como Sambódromo do Rio de Janeiro e oficialmente denominado como Passarela Professor Darcy Ribeiro, está localizado na Avenida Marquês de Sapucaí, na região central da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil.

Leia mais »
Segredos no Rio de Janeiro

Segredos no Rio de Janeiro

Viajar é estar em contato com o novo, o diferente. E mesmo dentro da sua própria cidade é possível se maravilhar com novidades, com espaços nunca antes visitados. Para comprovar isso e descartar a mesmice turística, confira alguns segredos no Rio de Janeiro.

Leia mais »
Os principais parques no Rio de Janeiro

Os principais parques no Rio de Janeiro

Parque é a nomeação de todas as “áreas de proteção ambiental” de uma cidade. É um local chamado de “área verde”. Protegido pela cidade, pelo Estado/província ou pelo país no qual se encontra, destina-se à recreação, e à preservação do meio ambiente natural. Desta forma, um parque pode ser caracterizado como urbano ou natural.

Leia mais »
Jardim Botânico RJ - história, endereço e o funcionamento

Jardim Botânico RJ – história, endereço e o funcionamento

O bairro do Jardim Botânico é um dos mais bonitos e escolhido do Rio de Janeiro. Nele estão alguns dos pontos turísticos mais indicados para visitantes que desejam um passeio em família, que estão em casal ou simplesmente sozinhos.

Localizado ao pé do Cristo Redentor, o espaço reúne monumentos como o Museu do Meio Ambiente, o espaço Tom Jobim e, é claro, o Jardim Botânico do Rio, um dos mais importantes do mundo.

Leia mais »